.

 

 

 

 

 

 

 

Postado em 29 de Março de 2016 às 11h48

Energia elétrica e a importância do uso consciente

Meio Ambiente (21)Sustentabilidade (57)Tecnologia (15)
  • Nord Electric Soluções em Engenharia Elétrica Ltda -

    Uma das palavras de ordem do momento para boa parte da população é economia, acompanhada da necessidade de poupar dinheiro, diminuir consumos e aniquilar dívidas em busca de uma vida financeira mais tranquila. Com a energia elétrica não poderia ser diferente. Além de já termos passado por alguns aumentos nas contas de luz nos últimos meses, é preciso haver uma conscientização em relação à sustentabilidade e ao meio ambiente. Com isso, é essencial economizar e usar com responsabilidade para não faltar.

       Talvez essa não seja uma tarefa muito fácil nesta época do ano. Com as temperaturas cada vez mais altas, difícil mesmo é passar um dia inteiro sem ligar o ar condicionado e usar o ventilador, não é mesmo? Porém este é mais um motivo para nos atentarmos em buscar soluções e maneiras de controlar o uso da energia. Dentre as atitudes importantes em relação ao assunto, temos a opção de nos reeducarmos, mudando alguns hábitos simples em nossas casas, além de escolhermos eletrodomésticos e eletroeletrônicos adequados.

    O mercado já oferece eletrodomésticos que consomem menos energia como geladeiras, refrigeradores, micro-ondas, ferros, lavadoras de louças e lavadoras de roupas. O idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) sugere que o consumidor analise a etiqueta que acompanha cada um destes aparelhos. Os produtos são classificados com as letras A e E: os que consomem menos energia levam a letra A; os que são menos eficientes levam a letra E.

      Em casa, também podemos provocar algumas mudanças capazes de reduzir consideravelmente este consumo. No Home Theater, por exemplo, geralmente deixamos a TV, aparelhos de TV a cabo, de Wi-fi, telefone, aparelhos de som, DVD, entre outros, ligados em modo stand by. Se tirarmos todos da tomada, essa ação já acarretará em grande economia.

     Existem muitas outras maneiras para usar a energia de maneira consciente como usar o chuveiro no modo verão e reduzir o tempo de banho, acumular o máximo de roupas possível para ligar o ferro de passar, evitar o uso de secadores de cabelo e não deixar o carregador de celular plugado na tomada sem ser usado.

    Outra forma bem eficaz de reduzir o consumo é trocar as lâmpadas incandescentes por fluorescentes ou por lâmpadas de LED, as mais econômicas do mercado. Em uma casa de dois dormitórios com 13 pontos de iluminação é possível economizar cerca de R$ 800,00 com a substituição.

      Mais uma dica importante é evitar o uso de lâmpadas acesas sem necessidade, muitas vezes causado por esquecimento. Há duas soluções eficientes para este problema: a primeira é o uso de interruptores por presença, que acionam a iluminação do ambiente somente quando há movimento, além de ter regulagem de tempo e de luminosidade, evitando que o dispositivo acione desnecessariamente enquanto houver luz do dia. A segunda opção é o uso de interruptores temporizadores que acionam a iluminação a cada pulso, com regulagem de tempo para as lâmpadas não ficarem acesas mais tempo que o necessário. A Schneider Electric oferece opções para diversos ambientes, com a possibilidade de trocar módulos e placas de forma independente.

Fonte: blog-br.schneider-electric.com em 29/03/2016

Veja também

Voltar para NOTÍCIAS